Em um mundo onde dependemos de tecnologia, o que mais nos aflige é a bateria. Faz um tempo em que não temos uma grande evolução desde quando começaram à usar íons de lítio. Também vimos smartphones com otimização de software e chipsets mais econômicos e com carregamento rápido.

A bateria é um componente crucial para que possamos trabalhar com aparelhos sem fio. As baterias de íons de lítio não viciam, porém tem sua vida útil limitada por ciclos.

Bateria
Está cada vez mais difícil sair com o smartphone sem um carregador ou powerbank.

A solução

À favor da diminuição do descarte de lixo eletrônico responsável por grande parte da poluição mundial, o pesquisador da Universidade de Tecnologia de Nanyang, professor Rachid Yazami, afirmou que sua criação consegue restaurar até 95% da capacidade total de uma bateria em apenas 10 horas. Não é um novo material, mas uma maneira de reaproveitar o que já foi usado.

Rachid Yazami
Professor Rachid Yazami à direita.

De forma simplificada, um terceiro eletrodo aos dois polos já existentes. Este eletrodo recolhe os íons residuais de um dos polos, que é o que impede a bateria de continuar com seu total desempenho ao passar do tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here