A Microsoft Store, apesar da popularidade monumental do Windows, nunca foi realmente escolhida como destino para baixar aplicativos. Isso ocorreu em parte porque os usuários do Windows por muito tempo recorreram a baixar e instalar aplicativos manualmente de sites de fornecedores e, em parte, devido à quantidade de aplicativos de qualidade na loja da Microsoft. Como resultado, os desenvolvedores não ganharam muita receita e, consequentemente, também hesitaram em atualizar ou polir seus aplicativos para o Windows.

Mas isso vai mudar em breve à medida que a Microsoft planeja aumentar suas receitas de desenvolvedores da Windows Store. A empresa vai permitir aos desenvolvedores vender subscrição de add-ons para seus aplicativos na Microsoft Store , começando com a Universal Plataforma do Windows (UWP).

Para habilitar isso, a Microsoft atualizou a API Store, permitindo aos desenvolvedores vender assinaturas com opções recorrentes de um mês, três meses, seis meses, um ano ou mesmo dois anos. Os usuários também poderão testar o serviço por um período de avaliação , variando de semana a mês, dependendo do aplicativo, antes de pagar a assinatura.

Como um prêmio para o desenvolvedor que adicionar esta funcionalidade, a Microsoft terá um corte de 15 por cento em aplicativos regulares, enquanto os desenvolvedores colherão os 85 por cento restantes.

O passo provavelmente atrairá desenvolvedores do Windows para atualizar constantemente seus produtos com recursos que podem gerar boas receitas através desses complementos. Também é esperado que convide mais desenvolvedores para hospedar seus aplicativos na Loja do Windows.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here